O que fazer no Japão durante o inverno?

Quando? Dezembro, janeiro e fevereiro

Temperatura média: -8º a 5ºC


O inverno japonês pode assustar um pouquinho os turistas que possuem pouca intimidade com o frio. Neva em boa parte do país, inclusive na capital e a temperatura em Tóquio raramente passa dos 5ºC. Mas mesmo com os termômetros em baixa, o Japão ainda oferece uma série de atrativos para quem pretende visitar o país durante a estação. Sejam as águas termais naturais ou as iluminações natalinas, os dias claros e azuis, ou a neve branquinha e macia, há algo especial no Japão durante o inverno. Ir para as montanhas e aproveitar a paisagem natural com muita neve é uma ótima maneira de desfrutar esta maravilhosa época do ano.


Parque Nacional Onuma Quasi em Hokkaido, Japão, no inverno
Imagem: Parque Nacional Onuma Quasi, Hokkaido - ©JNTO

Leia também sobre o que fazer em outras estações do ano:

- Haru (Primavera): Março, abril e maio

- Natsu (Verão): Junho, julho e agosto

- Aki (Outono): Setembro, outubro e novembro


Para os apaixonados por neve e esportes de inverno, o Japão conta com mais de 500 estações de esqui (Ski-jo) espalhadas por todo o país. A temporada de neve no país começa em novembro e continua até maio em algumas regiões, sendo fevereiro o mês da alta temporada. Niseko e Furano, em Hokkaido, Hakuba Happo One, em Nagano são as mais famosas e atraem turistas de todas as partes do mundo em busca da melhor experiência. Patinação no gelo também é uma atividade muito procurada. Há locais próprios para isso, que oferecem esse tipo de entretenimento de forma “segura” e locais ao ar livre, como lagos congelados em Shizuoka e Hokkaido.



Se você estiver em Tóquio e não tem tempo de ir para o norte do Japão (onde tem os melhores pontos para aproveitar a neve), uma opção é ir para a cidade de Yuzawa, na prefeitura de Niigata. Da estação de Tóquio até a estação Echigo-Yuzawa, a principal estação da cidade, leva-se aproximadamente 90 minutos indo de shinkansen (o famoso trem bala japonês). A temporada de neve de Yuzawa é mais extensa, durando até o mês de maio, e a região é muito boa para quem não sabe ou não tem facilidade em esquiar.


Outra forma bem bacana de curtir o inverno japonês é se banhando nas famosas fontes de águas termais, chamadas de onsens. Graças a vasta quantidade de vulcões presentes no Japão, muitas das montanhas do país dão origem a incríveis onsens, que são impressionantes durante todo o ano, mas são especialmente contemplados depois de um longo dia esquiando. Essas fontes, ricas em sais minerais, podem ser encontradas em ambientes internos, como casas de banho, hotéis, SPA’s e Ryokans (Pousadas tradicionais japonesas), como em áreas externas, em meio à natureza e com uma belíssima paisagem a perder de vista. Estima-se que existam pelo menos 19 mil onsens por todo o país.


Águas termais em Hakuba Himekawa, Nagano, Japão no inverno
Imagem: Águas termais Hakuba Himekawa, Nagano - ©Tourism Commission of Hakuba Village/©JNTO
Macacos da neve japoneses aproveitando as águas termais
Macacos da neve japoneses aproveitando as águas termais

No ryokan Jigokudani localizado na prefeitura de Nagano, você pode até observar os macacos da neve japoneses tomando um banho nas águas termais. Esses animais viralizaram tanto que muitos locais e turistas vão para a região para observá-los. Apesar do rostinho relaxado e tranquilo, lembre-se que os macacos japoneses são animais selvagens, portanto tem que tomar cuidado para eles não atacarem.


Afora isso, a estação, à exemplo das outras, também carrega os tradicionais festivais de inverno. O mais famoso deles é o Festival de Neve de Sapporo na prefeitura de Hokkaido, onde são apresentadas mais de 200 lindas e detalhadas esculturas de neve e gelo. Outro festival famoso no Japão é o Festival de Neve de Yokote Kamakura, em que diversos kamakuras são expostos na neve. Kamakuras são similares a um iglu, porém mais compactos e feitos de neve (ao invés de gelo).<