Quais os principais meios de hospedagem no Japão?

Escolher o local de hospedagem quando se está planejando uma viagem sempre é grande desafio para o turista. No Japão, não é diferente. Há muito o que ponderar antes de efetuar as reservas, sobretudo em uma cidade como Tóquio, que oferece uma grande variedade de bairros, atrativos e acomodações, que por vezes, podem ser um pouquinho diferente do tradicional serviço hoteleiro que conhecemos.


Além dos tradicionais hotéis, que vão do mais simples ao mais sofisticado, o Japão oferece também outros modelos de hospedagem, que fogem um pouco do padrão hoteleiro e apresentam uma abordagem muito mais imersiva culturalmente, como é o caso dos Ryokans, Shokubos e os famosos hotéis capsula.


Confira a diferença:


▪︎ Ryokan:

Os Ryokans são hotéis típicos do Japão onde pode-se vivenciar um pouco dos costumes locais, como dormir em um quarto oriental, em que a cama é um “futon” (colchão baixo), degustar refeições típicas ou até mesmo relaxar tomando banho nas populares fontes termais comunitárias, também chamadas de onsens.


Esse tipo de acomodação vem atraindo cada vez mais turistas em busca de uma verdadeira imersão no estilo, cultura e gastronomia local. Toda a estrutura do lugar é personalizada e típica para que os hóspedes se sintam como um verdadeiro nativo. Se você é um amante da cultura, os Ryokans são perfeitos para você.


Interior do Ryokan com colchão futon branco na esteira de tatame
Interior do Ryokan com colchão futon branco na esteira de tatame (Foto: Divulgação)

▪︎ Shukubo:

Para quem deseja um toque de espiritualidade durante a viagem, os shukubos podem ser a melhor escolha. Localizados em templos budistas espalhados pela cidade, são ideias para viajantes que procuram descanso e conforto após longas caminhadas ao arredores do templo. Passar uma noite em um tradicional shukubo é a oportunidade perfeita de um encontro íntimo com a rotina dos monges budistas.


A estadia ainda oferece refeições vegetarianas feitas pelos próprios monges, conhecida como “shojin ryori”. Elas são preparadas com base no princípio “de cinco”, oferecendo cinco cores e sabores distintos. A experiência também poderá lhe apresentar a uma série de meditações budistas, que são consideradas sagradas neste tipo de lugar.


▪︎ Hotéis capsula:

Quem quiser uma experiência um tanto quanto desafiadora pode optar pelos famosos hotéis capsula. Como o próprio nome sugere, esse modelo de acomodação é ideal para quem viaja sozinho, não é claustrofóbico e não se importa em compartilhar ambientes, como banheiro, com outras pessoas. Assim como os hotéis de padrão ocidental, há opções básicas e outras com maior conforto e espaço. Alguns oferecem até TV dentro da capsula... A experiência é indicada apenas para os turistas com espírito aventureiro. Se essa for a sua praia, aproveite ao menos uma noite.


Hotel cápsula no Japão
Hotel capsula, Japão (Foto: Divulgação)

▪︎ Hotéis convencionais:

Já para os turistas que não abrem mão do padrão ocidental de hotelaria, há grande variedade de hotéis por todo o Japão. Desde os mais luxuosos, localizados em regiões mais movimentadas, até as mais simples, voltadas para os turistas que procuram apenas por uma boa noite de sono.


The Gate Hotel - Ginza, Tokyo
The Gate Hotel - Ginza, Tokyo (Foto: Divulgação)

E ai, qual o seu preferido?


Independentemente do modelo de hospedagem selecionado, o recomendado é escolher um local que esteja próximo dos seus pontos de interesse e/ou de bares, restaurantes, shoppings, pontos turísticos, etc.


Caso esteja pensando em visitar o Japão, conheça um pouco mais sobre o país por meio deste post aqui.


Ficou com vontade de ir para o Japão? A Quickly Travel te auxilia em toda viagem, com roteiro personalizado, hospedagem, passagem aérea, documentos, terrestre, passeios, dicas, internet e suporte em toda a viagem.

6 comentários