Turismo responsável é foco do plano de retomada do MTur; visite o site

10/11/2020


O site do Plano Nacional de Retomada do Turismo, lançado nesta terça-feira, 10, pelo Ministério do Turismo, traz a definição do programa: “uma aliança nacional que reúne poder público, iniciativa privada, terceiro setor e Sistema S, coordenada pelo Ministério do Turismo, para mitigar os efeitos negativos causados no setor, em decorrência da pandemia da covid-19”. O MTur definiu, por meio de um ato normativo, os eixos de atuação e os parâmetros para desenvolvimento de programas, projetos e ações para a retomada. O foco é o Turismo nacional, responsável (para empresas e turistas) e descentralizado, dando oportunidades a destinos de todo o País. Os resultados de todas as ações envolvidas deverão estar evidentes até 31 de julho de 2021. O plano Retomada do Turismo implementará um conjunto de programas, projetos e ações organizados em quatro eixos de atuação: 1 – Preservação de empresas e empregos no setor de Turismo; 2 – Melhoria da estrutura e da qualificação de destinos; 3 – Implantação dos protocolos de biossegurança; 4 – Promoção e incentivo às viagens. Os parâmetros que devem ser seguidos incluem: 1 – Considerar os protocolos de biossegurança para os prestadores de serviços turísticos, turistas e comunidades receptoras; 2 – Incentivar a conduta responsável de cada indivíduo, como prevenção à disseminação da covid-19; 3 – Incentivar as viagens pelo Brasil, em especial as viagens a lazer, de forma responsável e segura; 4 – Definir medidas para a retomada das viagens de negócios e eventos, como feiras e congressos e convenções; 5 – Adotar medidas para melhor distribuição de turistas pelo País, priorizando o Turismo em áreas naturais.

Jair Bolsonaro e os ministros Marcelo Álvaro Antônio e Braga Netto
Jair Bolsonaro e os ministros Marcelo Álvaro Antônio e Braga Netto (Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

É O MOMENTO CERTO? O Ministério do Turismo garante que sim e as ações propostas visam acelerar a recuperação do setor, bastante afetado pela crise da pandemia. “O Ministério do Turismo tem absoluta convicção de que estamos no momento da retomada do Turismo e as cenas observadas nos últimos feriados reforçam isso, o interesse de o brasileiro voltar a aproveitar os nossos destinos nacionais”, diz o MTur no site do plano. “Mas sabemos que a retomada deve ocorrer de maneira planejada, gradual e segura. Tanto que lançamos, ainda no mês de junho, o Selo Turismo Responsável. A medida nos colocou entre os 10 primeiros países do mundo a possuírem protocolos oficiais de biossegurança para 15 atividades, todos validados pela Anvisa. Destinos turísticos importantes do nosso País como Gramado (RS) e Monte Verde (MG) são exemplos importantes de como é possível conciliar turismo com prevenção ao coronavírus”, avalia o governo. Segundo o MTur, o plano de Retomada do Turismo visa ampliar o alcance de medidas, já desenvolvidas pelo Ministério do Turismo, e desenvolver novas ações, projetos e programas. “A próxima temporada de Verão é o momento ideal para o início da recuperação da nossa atividade e para fazer com que o Turismo brasileiro retome o ritmo de crescimento observado em 2019 e volte a desempenhar sua vocação, que é gerar emprego e renda para o nosso povo”, acrescenta o site.

CAMPANHA Para promover a Retomada do Turismo, também foi lançada a campanha Viaje com Responsabilidade e Redescubra o Brasil, com uma série de vídeos voltada à promoção dos destinos turísticos brasileiros. Serão veiculados conteúdos específicos de cada Estado do País, além do Distrito Federal. O setor de Turismo responde por cerca de 8,1% do Produto Interno Bruto (PIB, soma de todos os bens e serviços produzidos no país) e emprega cerca de 7 milhões de pessoas direta e indiretamente no Brasil. No primeiro semestre de 2020, na comparação com o mesmo período do ano passado, a receita cambial turística acumulou queda de 37,2%; o saldo entre contratações e demissões na economia do setor foi negativo em 364.044 postos de trabalho formais; e o faturamento das atividades turísticas, medido pela Pesquisa Mensal de Serviços do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), teve retração de 37,9%. Os projetos do plano nacional Retomada do Turismo ainda não estão listados, nem os valores destinados ao plano, mas as ações devem ter a participação das entidades apoiadoras e da sociedade, mas já há regras de participação e uma área Tira Dúvidas no site: https://retomada.turismo.gov.br/. Assista a um dos vídeos da campanha do MTur:


Fonte: Panrotas

0 comentário