Quickly Travel faz balanço sobre 2020 e projeta 2021

17/12/2020

Sérgio Masaki resume 2020 como um ano de superação e aprendizados (Foto: Divulgação)

Um ano de superação e aprendizados. Assim definem a temporada 2020 os líderes da Quickly Travel, Sérgio Masaki e Mami Fumioka, CEO e vice-presidente, respectivamente. De acordo com os gestores, num balanço dos últimos meses, o mercado do Turismo como um todo teve que mostrar a capacidade de vencer obstáculos e de aprender com as adversidades.


“De todos os desafios que precisamos superar, três de sobressaíram em relação aos demais: o controle de caixa e busca por fontes de financiamento; a preservação de uma equipe unida, focada e alinhada com valores da empresa; e a manutenção de bom relacionamento com clientes oferecendo novos serviços e suporte”, comenta o CEO da agência de viagens especializada no destino Japão.


A gestão da equipe, que foi citada pelo dirigente, também foi um ponto decisivo no ano e com destaque positivo. De acordo com a vice-presidente da empresa, Mami Fumioka, houve ótima adaptação ao home office. “A tecnologia é uma importante aliada nesse novo escopo de trabalho. Não à toa, todos os investimentos que fizemos durante 2019 nos possibilitam trabalhar 100% remoto com toda a equipe sem ter nenhum tipo de queda no rendimento de nossas operações”, reiterou Mami.



Mami Fumioka, vice-presidente da Quickly Travel (Foto: Divulgação)

A Quickly Travel também se destacou positivamente o movimento de desenvolvimento de novos produtos ao longo do período. E aí vale destaque para a criação de ofertas com eventos virtuais e híbridos, kits de happy hour e coffee break para eventos e festas de fim de ano.


2021

Para 2021, sobretudo no segmento de viagens de lazer, a agência espera atingir um percentual de vendas superior ou correspondente a 50% do que foi realizado em 2019. “A vacina é a única solução para tentarmos voltar ao mais próximo possível do normal. O retorno das atividades deverá ser gradual, com picos maiores no segundo semestre, pós-imunização”, afirmou a vice-presidente.


Para efeito de comparação, cada setor de atuação da Quickly tem apresentado sinais de recuperação em diferentes momentos do ano em 2020. A área de viagens corporativas, por exemplo, foi a que apresentou maior agilidade na retomada, com aumento de 25% em relação ao período pré-pandemia. Já a retomada das vendas no turismo de lazer teve uma pequena movimentação em setembro, mas ainda segue em segundo plano.


Fonte: Panrotas