NCL espera retornar os cruzeiros nos EUA entre agosto e setembro

12/05/2021

O Alasca pode ser o primeiro porto dos EUA a voltar a receber navios da Norwegian (Foto: Divulgação/NCL Holdings)

Na semana passada, durante coletiva de imprensa para anunciar detalhes do Norwegian Prima, o CEO da NCL, Harry Sommer, afirmou que a companhia espera poder colocar navios saindo dos Estados Unidos em breve. "Amaria retomar as operações nos EUA, e se pudermos ter a liberação do CDC, o primeiro navio seria no Alasca, ou até na Flórida para viagem no Caribe. Realmente está dependendo do CDC, mas esperamos que entre agosto e setembro", afirmou. Em abril, a Norwegian Cruise Lines anunciou o retorno das operações entre o final de julho e o começo de agosto com um navio na Europa e dois no Caribe. E, recentemente, Frank Del Rio, CEO da NCL Holdings, até afirmou a possibilidade de manter os portos caribenhos na República Dominicana e na Jamaica, além de ter mostrado insatisfação com as diretrizes do CDC para cruzeiros nos EUA. Harry Sommer, durante a coletiva, mostrou estar descontente com a situação nos Estados Unidos também. "Desafio alguém achar uma viagem ou destino com metade dos requisitos que temos. Eu sei que os cruzeiros serão as viagens mais seguras, porque são as únicas com 100% dos clientes e funcionários vacinados e testados, além dos requisitos de segurança", concluiu. Além dos três navios anunciados para entre julho e agosto, a NCL tem um plano de retomada gradual dos seus 17 navios até março de 2022. Inclusive, Sommer afirmou durante a coletiva que não há planos de aposentar nenhum dos 17 navios da companhia, mesmo com a chegada de seis novos nos próximos anos.


Fonte: Panrotas

0 comentário