top of page

Mais de 8 milhões de passageiros foram transportados por voos domésticos em janeiro



A Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) disponibilizou os dados relativos ao mês de janeiro de 2024, com 8,1 milhões de passageiros domésticos transportados. Esse número representa uma queda de 2% em relação ao mesmo período do ano anterior e uma redução de 9% em comparação com janeiro de 2019. A demanda (-1,4%) e a oferta de assentos (-2,5%) seguiram a mesma queda, embora a taxa de ocupaççao tenha chegado a 83,6%.

De acordo com a Iata, a redução representa um sinal inequívoco para o governo enfrentar os problemas estruturais do Brasil.

“Vale ressaltar que, nos últimos 20 anos, janeiro se caracterizou por um crescimento contínuo, apresentando expansão de 6,5% CAGR. Essa série histórica também nos mostra que, em apenas três períodos, o número de passageiros domésticos, em janeiro, foi menor do que o mesmo mês do ano anterior: 2016, 2017 e 2021. Os anos 2016 e 2017 foram marcados por uma severa recessão, enquanto em 2021 tivemos as restrições da pandemia”, disse Dany Oliveira, Country Director da Iata no Brasil.




De acordo com o executivo, a redução representa um sinal inequívoco para o governo enfrentar os problemas estruturais do Brasil. “Entre esses desafios, destacam-se o preço exorbitante do QAV, o custo proibitivo de capital e a judicialização, que efetivamente atuam como entraves significativos ao enorme potencial de crescimento da aviação em nosso país. Fortalecer as empresas aéreas é essencial para assegurar um futuro sustentável para esse setor tão vital para o bem-estar e desenvolvimento do Brasil”, completa. Fonte: Mercado e Eventos

0 comentário

Comments


bottom of page