Lufthansa opera primeiro voo totalmente testado para covid-19

16/11/2020


Os passageiros também podem apresentar um teste PCR nefativo feito em até 48 horas antes do embarque
Os passageiros também podem apresentar um teste PCR nefativo feito em até 48 horas antes do embarque (Foto: Divulgação)

Na semana passada, a Lufthansa operou seu primeiro voo 100% testado para covid-19 como parte do seu novo programa de testes para operações selecionadas entre Munique e Hamburgo. A companhia implementou o programa "covid-free flights" em dois voos diários no dia 12 de novembro, testando todos os passageiros dos voos LH2058 para Munique e LH2059 para Hamburgo. O programa é realizado em parceria com os aeroportos de Munique e Hamburgo, com a empresa de biotecnologia Centogene e com o centro de assistência médica do Grupo Medicover. "Queremos novamente expandir as opções de viagens em todo o mundo para os nossos clientes, mantendo os mais altos padrões de higiene e segurança. O teste bem-sucedido de voos testados para a covid-19 podem ser a chave para isso. Com essas operações, estamos ganhando conhecimento e experiência para lidar com os testes rápidos", disse o CEO do hub de Munique da Lufthansa, Ola Hansson. Nesse programa, os passageiros realizam um teste rápido para covid-19 nos aeroportos e, ao receberem o resultado negativo, seus cartões de embarque são ativados para acessar o portão. Caso prefiram, os passageiros também podem apresentar um teste PCR negativo feito em até 48 horas antes do voo. A aérea afirma ainda que aqueles que não desejarem fazer o teste serão transferidos para um voo alternativo sem nenhum custo adicional. *Fonte: Business Traveller/Panrotas conteúdo original: https://bit.ly/2UvtaJU

0 comentário