Latam Airlines anuncia 11 novos voos de Congonhas e Galeão para o Nordeste

01/06/2021

Foto:Divulgação

A Latam Airlines Brasil anunciou hoje sua nova malha para o terceiro trimestre do ano (julho a setembro), quando terá 10 novas rotas, um novo destino (Comandatuba/Una) e uma oferta 20% maior que a do trimestre anterior, chegando a até 85% do ofertado no mesmo período em 2019.


O Nordeste é a grande aposta da companhia nesse aumento de oferta, com ligações de Congonhas (SP) e/ou Galeão (RJ) para Fortaleza, Maceió, Natal e Recife, além de voos entre duas capitais do Norte (Belém e Manaus) para Fortaleza, que também ganha ligação com Teresina. Das 10 novas rotas, quatro são para Fortaleza. Natal, Maceió e Recife ganharam duas novas rotas cada. Os voos são no mínimo diários, mas há casos de dois por dia, como Congonhas-Fortaleza. Também há aumento de oferta na ponte Rio-São Paulo e em destinos como Brasília, Curitiba e Porto Alegre.


A empresa anunciou, ainda, a estreia de um novo destino, Comandatuba/Una, no Sul da Bahia, com voo regular semanal. Até então a empresa só havia operado nesse aeroporto por meio de fretamentos (em parcerias com o Transamerica Comandatuba ou operadoras). Agora, o voo é regular, diários, de olho no turista de lazer, que tem no Brasil o foco principal no pós-pandemia.


As vendas para a nova malha começam amanhã, 2 de junho, e os voos iniciam em julho, com Comandatuba previsto para agosto.


“Há poucos dias dissemos que projetamos voltar a operar mais de 90% da nossa capacidade no Brasil até dezembro deste ano. Estamos avançando nesse sentido. A Latam está muito sintonizada com a mudança do perfil do passageiro que já começa a alavancar a retomada do setor aéreo brasileiro. Teremos mais turistas visitando o Nordeste e menos viajantes a negócios na ponte aérea Rio-São Paulo”, afirma o diretor de Vendas e Marketing da Latam Airlines Brasil, Diogo Elias.


Conheça abaixo as 10 novas rotas da LATAM no Brasil e os detalhes do seu novo destino (Comandatuba).

NOVO DESTINO

São Paulo/Congonhas-Comandatuba: será 1 voo direto semanal a partir de 1º de agosto, operado com aeronaves Airbus A320, que acomodam 162 passageiros em Economy e 8 em Premium Economy. As passagens estarão disponíveis a partir de R$ 500 (ida e volta com taxas inclusas).


NOVAS ROTAS

1. São Paulo/Congonhas-Fortaleza: serão 14 voos diretos por semana (dois por dia) a partir de 1º de julho, operados com aeronaves Airbus A319 e A320. Tarifas a partir de R$ 628,87 (ida e volta com taxas inclusas).


2. São Paulo/Congonhas-Natal: serão 7 voos diretos por semana (um por dia) a partir de 1º de julho, operados com aeronaves Airbus A320neo. Passagens a partir de R$ 633,06 (ida e volta com taxas inclusas).


3. São Paulo/Congonhas-Maceió: serão 11 voos diretos por semana a partir de 1º de julho, operados com aeronaves Airbus 320. Bilhetes a partir de R$ 589,89 (ida e volta com taxas inclusas).


4. São Paulo/Congonhas-Recife: serão 10 voos diretos por semana a partir de 1º de julho, operados com aeronaves Airbus A319 e A320. Tarifas a partir de R$ 574,19 (ida e volta com taxas inclusas).


5. Rio de Janeiro/Galeão-Recife: serão 12 voos diretos por semana a partir de 1º de julho, operados com aeronaves Airbus 320. Passagens a partir de R$ 473,43 (ida e volta com taxas inclusas).


6. Rio de Janeiro/Galeão-Natal: serão 7 voos diretos por semana (um por dia) a partir de 1º de julho, operados com aeronaves Airbus A320 e A321. Preços a partir de R$ 512,30 (ida e volta com taxas inclusas).


7. Rio de Janeiro/Galeão-Maceió: serão 7 voos diretos por semana (um diário) a partir de 1º de julho, operados com aeronaves Airbus A320. Passagens a partir de R$ 489,13 (ida e volta com taxas inclusas).


8. Fortaleza-Belém: serão 7 voos diretos por semana (um diário) a partir de 1º de julho, operados com aeronaves Airbus A320 e A321. Tarifas a partir de R$ 508,87 (ida e volta com taxas inclusas).


9. Fortaleza-Teresina: serão 7 voos diretos por semana a (um diário) partir de 1º de julho, operados com aeronaves Airbus A320. Tarifas a partir de R$ 261,14 (ida e volta com taxas inclusas).


10. Fortaleza-Manaus: serão 7 voos diretos por semana a partir de 1º de julho, operados com aeronaves Airbus A320 e A321. Bilhetes a partir de R$ 568,87 (ida e volta com taxas inclusas).


OUTROS DESTINOS

Além do incremento de malha, a Latam vai alterar os seus voos de São Paulo/Congonhas com destino a Chapecó, Ribeirão Preto e Joinville. A partir de 1º de julho, os voos para as três cidades passarão a ser operados a partir de São Paulo/Guarulhos.

Diogo Elias falou com o Portal PANROTAS (foto: PANROTAS / Artur Luiz Andrade)

ENTREVISTA

“Ampliamos nossa forma de planejar a malha. Agora temos também uma malha (anunciada) mais de curto prazo, de olho no perfil do passageiro, que hoje é mais de lazer e que busca o Nordeste”, disse o diretor de Vendas e Marketing da Latam, Diogo Elias, em entrevista ao Portal PANROTAS.


Com essa mudança, a Latam chega a 45 destinos, e com uma malha mais focada no viajante a lazer. Em junho, serão 310 voos/dia, com 60% da oferta pré-pandemia, e 91 rotas (em 2019 eram 115 rotas). “Tem também o viajante que trabalha e fica com a família, mas o corporativo sabemos que ainda vai demorar mais a voltar”, disse Elias durante a entrevista. Segundo ele, as viagens mais técnicas, de indústria que dependem de manutenção in loco, como mineração e oil & gas, e as viagens de pequenas e médias empresas são as que dão os melhores sinais hoje no corporativo.


Por isso, o investimento na malha de lazer, que, segundo Diogo Elias, será permanente. E o Nordeste como estrela. “Temos também aumento na Ponte Rio-São Paulo, em Curitiba, Porto Alegre, Brasília, mas o foco maior no momento são as viagens de lazer para o Nordeste e estamos apresentando 10 novas rotas, algumas não operadas já desde antes da pandemia, como Galeão-Recife”, avalia ele.


CANCÚN

Na sexta-feira, a Latam inicia o voo São Paulo-Cancún, também de olho no público de lazer. Serão dois voos semanais em junho e três a partir de julho, com horários para esse viajante: a chegada no México é no começo da tarde, coincidindo com o horário de check-in nos hotéis. Já o voo São Paulo-Cidade do México volta a ter quatro operações por semana (foram cinco em maio), com chegada em território mexicano cedo pela manhã.


Os voos para Cancún, segundo Diogo Elias, estão com boa ocupação e praticamente lotados para junho e julho.


CANAIS

Sobre o comportamento dos canais de vendas, Diogo Elias diz que, obviamente, o corporativo é o que teve maior queda, mas já vê reações dos operadores, consolidadores e OTAs, esse com mais reação recentemente. O que tem ditado as vendas é esse perfil novo do consumidor, que tem comprado no curto prazo, mas que começa a olhar, bem pontualmente para segundo semestre e final do ano.


Fonte: Panrotas