top of page

Emissão de vistos para EUA será retomada gradualmente: “terão que ter paciência”

26/10/2021


Robin Busse, chefe da seção de vistos no Consulado Geral dos EUA em São Paulo, e Natalia Molano, da Comunicação do Consulado (Foto: Mercado & Eventos)

O chefe da seção de vistos do Consulado Geral dos Estados Unidos em São Paulo, Robin Busse, em coletiva de imprensa nesta terça-feira (26), dia em que foi anunciada a retomada da emissão e agendamento de vistos para brasileiros a partir de 8 de novembro, pediu paciência aos brasileiros neste processo. Isto porque, mesmo com a volta de todos os funcionários ao escritório, a retomada do ritmo pré-pandemia ainda vai esbarrar em certas restrições relacionadas à Covid-19.


“Nosso processo de agendamento e emissão de vistos vai começar gradualmente no dia 8 de novembro. Todos os funcionários estarão de volta ao escritório para focar nesta questão. Vamos abrir o máximo de agendamentos possíveis e, com o passar do tempo, mais vagas serão abertas, o que também requer um monitoramento da questão da Covid-19 no Brasil. Sortudos são aqueles que já têm agendamento marcado”, disse Robin Busse.


“Vamos começar a aumentar o número de agendamentos na medida em que for possível e seguro. E vamos ser realistas. Vai haver um tempo de espera sim para o agendamento e emissão de vistos. O público brasileiro terá que ter paciência neste início” – Robin Busse.


Aqueles que ainda não têm um agendamento marcado, terão que esperar outras oportunidades serem abertas para entrevistas nos consulados dos EUA em São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília. “É um período de retomada, uma situação excecpional, logo vamos começar a aumentar o número de agendamentos na medida em que for possível e seguro. E vamos ser realistas. Vai haver um tempo de espera sim para o agendamento e emissão de vistos. O público brasileiro terá que ter paciência neste início”, destacou o chefe da seção de vistos.


Busse pede atenção dos brasileiros no site de agendamento para novas oportuniades de entrevista e afirma que o processo tem tudo para ser acelerado com o passar do tempo. “A emissão de vistos será retomada em fases, com segurança, não queremos piorar a situação da Covid-19. No Consulado, todos devem usar máscara e respeitar o distanciamento social. A demanda vai ser grande, teremos um trabalho muito grande nas próximas semanas”, destacou Robin.


Neste período de paralisação das atividades do Consulado dos EUA, milhares de vistos expiraram e agora precisam de renovação. Durante a pandemia, o prazo de renovação foi estendido para 48 meses, em medida que é válida até dia 31 de dezembro e poderá ser prorrogada. Nestes casos, a renovação de visto está sendo agilizada com a isenção de entrevista.


0 comentário
bottom of page