Copa confia em protocolos e reafirma: conexões não exigem teste

29/10/2020


Copa conta com frota unificada de B737
Copa conta com frota unificada de B737 (Foto: Marcel Buono)

A Copa Airlines foi uma das primeiras, senão de fato a primeira, companhia aérea a retomar famturs internacionais para agentes brasileiros período de pandemia de covid-19. O propósito da aérea panamenha é de mostrar aos profissionais seus procedimentos tomados para proteger seus passageiros do contágio, missão na qual os principais executivos da companhia têm total confiança. "Biossegurança é um assunto de toda a indústria de aviação, com mínimas diferenças de uma companhia para outra, mas todas as companhias já sabem o que de fato funciona, isso sem contar a utilização dos filtros HEPA, que renovam totalmente o ar das cabines em poucos minutos. No entanto, a Copa Airlines garante a aplicação destas medidas. Passageiro nenhum relatará que embarcou em nossos voos e não teve temperatura auferida, por exemplo", garante o VP Global de Vendas da Copa, Christophe Didier. "Toda equipe, em absolutamente todos os níveis, está engajada com isso."

Christophe Didier, VP Global de Vendas da Copa Airlines
Christophe Didier, VP Global de Vendas da Copa Airlines (Foto: Divulgação/Copa Airlines)

Outras medidas incluem limpeza reforçada dos sanitários a bordo, bloqueio das poltronas próximas às filas dos mesmos e interrupção do serviço de bordo. "O cliente ganha um welcome kit assim que embarca, com álcool, máscara, água e outros itens necessários. Também comunicamos que eles podem embarcar com a própria refeição", completa o gerente regional de Vendas para o Cone Sul, Carlos Antunes. CONEXÕES SEM TESTES OBRIGATÓRIOS O Panamá exige testes negativos de covid-19 para entrada de visitantes internacionais no país. No entanto, o passageiro em trânsito está isento de tal cobrança, destacam os executivos da Copa.

Carlos Antunes, gerente regional da Copa para Argentina, Brasil, Uruguai, Paraguai e Bolívia
Carlos Antunes, gerente regional da Copa para Argentina, Brasil, Uruguai, Paraguai e Bolívia

"Tudo depende das exigências do destino final, e recomendamos que o agente de viagens esteja atento às regras de cada destino, mas é necessário esclarecer que o passageiro em conexão não precisa apresentar nada para as autoridades panamenhas", esclarece Antunes. AEROPORTO DO PANAMÁ REALIZA TESTES RÁPIDOS Ao desembarcar no Panamá, o passageiro tem acesso a vários balcões que realizam testes entregues em no máximo 30 minutos ao valor de US$ 50. Vale lembrar que a facilidade também existe no Aeroporto de Guarulhos, em São Paulo. Todavia a notícia pode ser conveniente a viajantes de outras localidades do País, já que a Copa Airlines já retomou serviços no Rio de Janeiro e o fará em breve em Belo Horizonte e Brasília. Acesse a página da Copa Airlines sobre a covid-19 para atualizações diárias a respeito dos destinos em que a aérea opera.


Fonte: Panrotas

0 comentário