Brasileiros esperam por vacina para ir a Nova York

11/12/2020

Times Square (Foto: Unsplash)
Times Square (Foto: Unsplash)

O VisiteNovaYork.com.br realizou uma pesquisa com 12.400 membros da Página do Facebook de Nova York na terceira semana de outubro de 2020. O objetivo foi explorar as intenções de viajantes de Nova York e as possíveis estimativas para isso, assim como as motivações e ponderações para viajar para Nova York, depois que as fronteiras dos Estados Unidos estiverem abertas para turistas novamente. Entre os brasileiros, as expectativas sobre quando as fronteiras vão abrir novamente são otimistas. Mais de um terço (36%) dos consultados acreditam que será entre janeiro e março de 2021, sendo também a resposta mais obtida. Na soma, quase 79% das pessoas consultadas acreditam que as fronteiras vão reabrir até junho de 2021. E apenas oito por cento acreditam que será somente daqui a um ano. Menos da metade (43%) dos consultados querem viajar para Nova York em até um ano após a reabertura, e, desses, 24% iriam dentro de seis meses. Porém, é importante notar que a reação mais obtida foi "depois que a vacina ou cura para a covid-19 estiver disponível", com mais de um quarto (28%) das respostas. Adicionando isso aos dez por cento que afirmaram não se sentir confortáveis em planejar uma viagem para Nova York por enquanto, obtém-se um total de mais de um terço dos consultados (38%) afirmando que não pretendem viajar tão cedo. Entre dez possíveis hesitações que podem afetar a decisão de marcar uma viagem para Nova York, a maior hesitação foi "preços de voos/hotel estarão muito altos", com 21%, seguido por "medo de ficar doente quando estiver em Nova York” (14%) e “medidas de segurança (covid-19) não suficientes” (14%). Para o realizador da pesquisa, essas três ponderações indicam que as preocupações dos brasileiros são uma mistura de fatores financeiros e ligados ao coronavírus, quando pensam em reservar uma viagem para Nova York. Quando questionados "Qual a primeira coisa que você faria em Nova York?", 32% dos brasileiros consultados se mostraram animados em visitar uma das atrações famosas. Seguidos por relaxar em um dos parques (22%), fazer compras (13%), e aproveitar os museus e arte de Nova York (13%).


Fonte: Panrotas

0 comentário