top of page

Aéreas esperam que operações nos EUA se recuperem ainda hoje

12/01/2023


Notícia: Panrotas


Aéreas esperam que operações nos EUA se recuperem ainda hoje (foto: AdobeStock)

As companhias aéreas esperam que as operações nos EUA se recuperem nesta quinta-feira (12), enquanto a FAA investiga a interrupção em seu sistema que causou o atraso e cancelamento de milhares de voos entre ontem (11) e hoje.


As aéreas dos Estados Unidos disseram que esperam que as operações voltem ao normal hoje (12), enquanto a Administração Federal de Aviação (FAA) se esforça para identificar a causa de uma falha de computador que impediu voos em todo o país e para evitar que isso aconteça novamente.


No entanto, 577 voos nos Estados Unidos foram atrasados e 76 foram cancelados nesta manhã, de acordo com o FlightAware. Mais de 11,3 mil voos foram adiados ou cancelados ontem (11), na primeira suspensão nacional do tráfego doméstico em cerca de duas décadas.


A falha do computador da FAA impediu que os aeroportos apresentassem avisos de segurança atualizados que alertam os pilotos sobre perigos potenciais, como fechamento de pistas, interrupções de equipamentos e obras, interrompendo temporariamente os voos.


De acordo com reportagem da Reuters, o mesmo arquivo corrompeu o sistema principal e seu backup, disseram pessoas familiarizadas com a revisão, que pediram para não serem identificadas.


A presidente do Comitê de Comércio do Senado dos EUA, Maria Cantwell, disse que o painel iria investigar. O senador republicano Ted Cruz chamou o fracasso de "completamente inaceitável".


"A modernização da FAA será cara e será paga por meio de uma combinação de impostos sobre viagens aéreas que afetam todas as companhias aéreas e eficiências das grandes transportadoras", disse a corretora Bernstein em nota.


Arjun Garg, ex-conselheiro-chefe da FAA e vice-administrador interino, disse que era prematuro tirar qualquer conclusão sobre o evento, mas que a agência estava certa em suspender os voos se um sistema de segurança não estivesse operacional.


Garg, agora sócio do escritório de advocacia Hogan Lovells, disse que o incidente foi um lembrete de que a FAA estava sujeita a um ciclo de apropriação anual, dificultando o planejamento e a execução de grandes projetos plurianuais, como atualizações de controle de tráfego aéreo.



0 comentário

Comments


bottom of page