10 Estados brasileiros já contam com selo de segurança do WTTC

26/11/2020


Cresce o número de Estados brasileiros que já contam com o selo Safe Travels do Conselho Mundial de Viagens e Turismo (WTTC), um reconhecimento pela adoção de protocolos de biossegurança contra o novo coronavírus. É o caso de Alagoas, Ceará, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Santa Catarina e São Paulo, que adotam protocolos globais de saúde e higiene no contexto da pandemia. Os pré-requisitos para a obtenção do selo, que tem o apoio da Organização Mundial do Turismo (OMT) e de cerca de 200 grandes empresas do setor em todo o planeta, são atualizados conforme as informações disponíveis sobre a covid-19. A marca segue recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) e do Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC), agência do Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos Estados Unidos.


A iniciativa se soma a ações desenvolvidas no Brasil pelo Ministério do Turismo, que confere o Selo Turismo Responsável a atividades e profissionais que seguem medidas de prevenção à doença. Lançado em junho deste ano, o selo do MTur já soma quase 24 mil adesões, com destaque para agências de viagens, meios de hospedagem, guias de turismo, transportadoras turísticas e cafeterias, bares e similares, entre outros.

O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, reforça a necessidade de se proporcionar segurança a visitantes. “A garantia de segurança sanitária é uma das nossas prioridades na retomada do turismo. Cada vez mais pessoas que estão retomando viagens buscam informações sobre medidas de prevenção, e a grande adesão ao Selo Turismo Responsável mostra que estamos no caminho certo para alcançar a plena recuperação do setor”, avalia. TURISMO RESPONSÁVEL Os cinco Estados brasileiros que lideram em adesão ao Selo Turismo Responsável do MTur são: São Paulo (4.708), Rio de Janeiro (3.552), Minas Gerais (2.116), Bahia (1.810) e Rio Grande do Sul (1.554). Para solicitá-lo, é preciso estar com situação regular junto ao Cadastur, o cadastro oficial de prestadores de serviços turísticos. O registro no sistema é rápido, gratuito e pode ser feito online, clicando aqui. Depois, basta acessar o site do projeto, ler as orientações e aderir à autodeclaração de que atende aos critérios determinados. O solicitante, então, é encaminhado a uma área do portal onde pode realizar o download da marca para impressão. Também totalmente gratuito, o selo, desenvolvido em parceria com o trade turístico e chancelado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), dever ser afixado em local de fácil acesso ao cliente.


Fonte: Panrotas

0 comentário